20 de out de 2012

É Primavera! As Rosas voltam ao Jardim


Um simples botão pode transformar raiva em perdão, um dia sem-graça em data especial e até um coração entristecido pode encontrar algo que valha a pena cultivar.
Com tanto poder, ela evoca poesia e é a inspiração que falta em sua vida!

Quer acertar sempre? Conviva com as Rosas...
Sua infinidade de cores mandam mensagens:
A Vermelha fala sobre paixão...
A Branca, traz pureza...
A Amarela, felicidade...
A Cor-de-Rosa demonstra carinho... são excelentes para você presentear um amigo!
A tom Champagne, representa admiração.

Cultive-as em um jardim ou em vasos e espalhe além de perfume, recados pra lá de delicados...



Elas adoram sol... Plante-as em locais que se mantenham ensolarados por no mínimo 6 horas. Assim terá rosas belas e perfumadas!

Veja o que o compositor Tom Zé relata sobre as rosas:

"Eu não estava muito bem de saúde e lidar com a mãe-terra me pareceu um bom recurso terapêutico. Propus ao pessoal do prédio onde morava, cuidar do jardim de entrada. Já havia uns pés de roseira brava e um vizinho italiano me ensinou a cultivar outras espécies. Era bom plantar e conversar com meu compadre, seu Rômulo. As crianças também davam palpite, ajudavam a tomar conta, convertiam-se em protetoras. Com o tempo, o jardim cresceu e as flores continuam indo muito bem. Hoje temos rosas Paulo Freire, brancas, mudas presenteadas pelo ex-motorista do educador, as rosas bailarinas, que foram doadas por duas irmãs dançarinas, Sofia e Eliana, entre tantas outras trazidas do Ceasa e dos jardins de amigos. Combinar horários de regar, épocas de podar, fazer tempo para cuidar delas... quando não é possível, eu sinto falta. Dá trabalho, mas é um benefício para a epiderme e aos pulmões do planeta. E para os meus também!"




22 de mai de 2012

Nossos filhos sabem conversar?


Contatos curtos, rápidos e utilitários por mensagens de texto e redes sociais, como o Facebook, estão substituindo conversas de verdade




Vivemos num universo tecnológico no qual estamos sempre nos comunicando. Mas parece que estamos sacrificando a conversa plena em nome de uma mera conexão.

Nos últimos 15 anos, estudei tecnologias móveis e conversei com centenas de pessoas sobre suas vidas plugadas. Aprendi que os pequenos aparelhos que carregamos são tão poderosos a ponto de mudarem não apenas o que fazemos, mas quem somos.

8 de mai de 2012

Fugir da dor: um processo que causa ainda mais dor


Fuga Emocional


Nós, seres humanos, guardamos vários tipos de sentimentos desconfortáveis que ficam acumulados no nosso inconsciente. Mesmo quando estamos atravessando uma ótima fase, por mais que  pareça estarmos felizes, lá dentro de nós, existem medos e sentimentos ocultos que ficam temporariamente adormecidos: medo de envelhecer, medo de perder alguém,