20 de out de 2012

É Primavera! As Rosas voltam ao Jardim


Um simples botão pode transformar raiva em perdão, um dia sem-graça em data especial e até um coração entristecido pode encontrar algo que valha a pena cultivar.
Com tanto poder, ela evoca poesia e é a inspiração que falta em sua vida!

Quer acertar sempre? Conviva com as Rosas...
Sua infinidade de cores mandam mensagens:
A Vermelha fala sobre paixão...
A Branca, traz pureza...
A Amarela, felicidade...
A Cor-de-Rosa demonstra carinho... são excelentes para você presentear um amigo!
A tom Champagne, representa admiração.

Cultive-as em um jardim ou em vasos e espalhe além de perfume, recados pra lá de delicados...



Elas adoram sol... Plante-as em locais que se mantenham ensolarados por no mínimo 6 horas. Assim terá rosas belas e perfumadas!

Veja o que o compositor Tom Zé relata sobre as rosas:

"Eu não estava muito bem de saúde e lidar com a mãe-terra me pareceu um bom recurso terapêutico. Propus ao pessoal do prédio onde morava, cuidar do jardim de entrada. Já havia uns pés de roseira brava e um vizinho italiano me ensinou a cultivar outras espécies. Era bom plantar e conversar com meu compadre, seu Rômulo. As crianças também davam palpite, ajudavam a tomar conta, convertiam-se em protetoras. Com o tempo, o jardim cresceu e as flores continuam indo muito bem. Hoje temos rosas Paulo Freire, brancas, mudas presenteadas pelo ex-motorista do educador, as rosas bailarinas, que foram doadas por duas irmãs dançarinas, Sofia e Eliana, entre tantas outras trazidas do Ceasa e dos jardins de amigos. Combinar horários de regar, épocas de podar, fazer tempo para cuidar delas... quando não é possível, eu sinto falta. Dá trabalho, mas é um benefício para a epiderme e aos pulmões do planeta. E para os meus também!"




Um comentário: