28 de fev de 2011

Como retardar o envelhecimento através da alimentação

Nutrição também é questão de pele!


Envelhecer é um processo natural e inevitável. Felizmente, é acompanhado de grande amadurecimento e de maior paz interior.

Para usufruir dessas conquistas e aproveitar a vida com vitalidade e boa auto-estima, vale à pena investir em cuidados diários com sua qualidade de vida e beleza física! Afinal, pertencer à terceira idade não significa ser improdutiva e nem deixar de sonhar.

Vou tratar aqui de uma das questões de beleza que mais preocupam as mulheres maduras (e as mais jovens que se cuidam desde cedo pensando no futuro): pele.


Além de cuidados como evitar sol em horários nocivos, não fumar, ser moderada com o consumo de bebida alcoólica, não ficar no efeito sanfona com seu peso corporal e manejar o estresse, ter uma alimentação que nutra seu organismo é fundamental para evitar que a pele envelheça rápido demais. Claro que fatores genéticos influenciam na qualidade da sua pele, mas esses cuidados minimizam bastante os efeitos indesejáveis do envelhecimento precoce.

A partir dos 25 anos de idade, o corpo diminui a produção de colágeno, e esse processo se intensifica na menopausa.

Para ir contra essa tendência, precisamos consumir nutrientes necessários para formar e manter adequada a estrutura da fibra de colágeno, como glicina, lisina e prolina e de vitaminas e minerais como cobre, manganês, silício e vitamina E,  C e as do complexo B.

Mas não é só colágeno que importa para se ter uma pele boa. Precisamos mantê-la protegida do excesso de radicais livres e com um bom estado de hidratação.

Para proteção contra radicais livres: consumo freqüente de alimentos antioxidantes.

Para hidratação da pele: precisamos de glicina, ácidos graxos essenciais, selênio, silício, magnésio e coenzima Q10.

Muitas mulheres acreditam que a ingestão de colágeno hidrolisado é a salvação de todos os problemas. Considero um ótimo produto, fornece os aminoácidos necessários e às vezes algumas vitaminas e minerais associados. Mas só isso não adianta.

Adotar uma alimentação mais natural (com pequenas exceções para excessos de açúcar, gorduras saturadas e trans e aditivos artificiais) e baseada em cereais integrais (com destaque para a aveia), verduras, legumes e frutas (especialmente os vegetais mais coloridas e para o abacate), cogumelos, castanhas, nozes, sementes, ovos, peixes, carnes, frango, feijões, lentilha, grão de bico, azeite de oliva extravirgem, óleo de linhaça, de gergelim e de macadâmia, é a chave para favorecer a saúde e o viço da pele.

E o melhor de tudo, nem só a pele ficará mais bonita e jovial, mas seu corpo por inteiro!


Obs: As dicas desse artigo são para o público em geral. Para uma avaliação individualizada e orientação sobre o tratamento nutricional indicado para você, procure uma nutricionista.

Dra. Jackeline Taglieta
Nutricionista - CRN-3:20209

Um comentário:

  1. Oi Ma, tudo bem!! Tem selinho pra vc lá no Crazy, pegue e repasse para 10 blogs ok!! Bjss.
    Glau.

    ResponderExcluir